ETAD

Mais do que um informativo, esta é uma provocação para o diálogo. Na selva selvagem do Direito do Seguro falta a boa informação, como ela é percebida pelo destinatário: ouvir, sentir e perceber; ao mesmo tempo falta o questionamento. A palavra sábia Poranduba, da cultura Tupi, é notícia percebida e é pergunta, um relato-conversa.